Terçol: conheça as causas, principais sintomas e possíveis tratamentos

Categoria: Sem categoria

Lesões na pálpebra são popularmente chamadas de terçol, mas a oftalmologia deixa claro que existem características específicas que compõem essa doença.

Ainda que toda inflamação na pálpebra seja chamada de terçol, existem duas condições, na verdade, que se diferem bastante e são responsáveis pelo desequilíbrio na região dos olhos: o terçol e o calázio.

O que é terçol e o que é calázio

O terçol,  especificamente, é formado pela inflamação das glândulas Moll e Zeis, que se localizam próximas à borda externa das pálpebras, e eventualmente do seu folículo piloso adjacente.

Ainda que seja comumente chamado de terçol, o nome correto para a inflamação das glândulas é hordéolo.

Em outros casos, quando o terçol é interno, chama-se calázio, tratando-se de uma inflamação que ocorre na glândula Meibomius. A diferença entre os dois quadros é que o calázio não é decorrente de bactérias (como é o caso do terçol).

Como é o terçol

O terçol muito se parece com uma espinha. Apresenta pequeno caroço na borda da pálpebra, deixando os olhos bem sensíveis e inchados. O local costuma ficar quente e, em alguns casos, chega a acumular pus.

É importante tratar o terçol desde o princípio, para que a infecção não progrida e não traga consequências mais graves para a visão.

Mas, afinal, o terçol é contagioso?

Uma das principais dúvidas com relação ao terçol diz respeito ao seu possível contágio. Na verdade, a inflamação não é contagiosa!

Ela decorre de um bloqueio das glândulas presentes nos olhos, por conta de secreções, fazendo com que bactérias se instalem e se acumulem nessa região.

Causas do terçol

As pálpebras são compostas por pequenas glândulas sebáceas (entre outros elementos), que se localizam ao redor dos cílios.

Quando há obstrução, ou bloqueio, as bactérias que já estão no corpo começam a se manifestar ainda mais nas glândulas entupidas, gerando o terçol.

Quais os cuidados quando se está com terçol

Os cuidados iniciais são simples e podem ser feitos pelo próprio paciente, como limpeza da pálpebra com shampoo de pH neutro, compressa morna (com água filtrada ou mineral), massagem no local (para estimular a drenagem da secreção pela glândula) e repouso.

De toda forma, é muito importante procurar por profissional de oftalmologia para que seja feito o diagnóstico correto e se defina o tratamento mais adequado.

Prevenção contra o terçol

Existem pessoas que possuem predisposição ao desenvolvimento de terçol e precisam de acompanhamento com oftalmologista, já que o terçol por repetição tem tratamento específico.

No mais, a maioria dos cuidados envolve higiene do local (higiene das mãos, a fim de evitar levar bactérias e germes aos olhos), e sempre evitar esfregar os dedos nos olhos (principalmente se já estiver com terçol).

Tratamento do terçol com oftalmologia

O tratamento para terçol, na maioria dos casos, é feito com aplicação de compressa quente e úmida no local, de 3 a 4 vezes por dia, por cerca de 15 minutos. O médico especialista em oftalmologia pode prescrever colírios ou pomadas com antibióticos, dependendo da gravidade do caso.

Pacientes mais suscetíveis, como idosos e pessoas doentes, podem ter que usar antibióticos por via oral para garantir que a inflamação não progrida e se dissemine para outras partes do rosto.

4 Comentários. Deixe novo

  • MARIA DA PENHA L TANCREDI
    26 de março de 2020 09:00

    ESTOU COM TERÇOL.VCS PODEM ME AJUDAR TENHO 70 ANOS E Ñ POSSO SAIR DE CASA POR CAUSA DO CORONA VIRUS.MEU SINTOMAS SAI MUITA LAGRIMAS ESTA COM A PALBLEBA INFLAMADA DOE E COÇA. OBRIGADO

    Responder
    • Olá, bom dia! Pedimos que sempre consulte um médico especialista. O Hospital Santa Cruz conta com um corpo clínico formado por mais de 200 médicos de 40 especialidades. O Hospital Santa Cruz disponibiliza a Central de Agendamento de Consultas e Exames no tel.: 11 5080-2002 – de 2ª a sábado, das 7h às 20h.

      Pessoalmente, os exames podem ser agendados no Centro de Diagnósticos ou no ambulatório, de 2ª a 6ª feira, das 10h às 17h, e as consultas são agendadas na recepção do ambulatório, de 2ª a 6ª feira, das 10h às 17h.

      Responder
  • Leis ganhe Sousa
    28 de maio de 2020 07:10

    MiNha filha de seis anos tem varias vezes ao ano tercol..novamente está com ele em um dos olhos já levei ela ao oftalmologista maia ate hoje não para de nascer novamente preciso de ajuda…

    Responder
    • Olá, bom dia! Pedimos que sempre consulte um médico especialista. O Hospital Santa Cruz conta com um corpo clínico formado por mais de 200 médicos de 40 especialidades. O Hospital Santa Cruz disponibiliza a Central de Agendamento de Consultas e Exames no tel.: 11 5080-2002 – de 2ª a sábado, das 7h às 20h.

      Pessoalmente, os exames podem ser agendados no Centro de Diagnósticos ou no ambulatório, de 2ª a 6ª feira, das 10h às 17h, e as consultas são agendadas na recepção do ambulatório, de 2ª a 6ª feira, das 10h às 17h.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu