Posso ter problemas cardíacos mesmo na juventude?

Categoria: Sem categoria

Se engana quem acha que, no auge da vida, a única preocupação com o coração está relacionada às conquistas e desatinos da paixão. Problemas cardíacos são muito comuns em pessoas jovens, ainda mais diante do atual cenário em que os ponteiros do relógio parecem mais rápidos, a vida mais agitada e as pessoas não se desligam em nenhum momento, todo mundo está online o tempo todo.

Para uma geração para a qual o tempo parece cada vez mais escasso, é natural que alguns hábitos sejam negligenciados e outros tomem o seu lugar para tornar a vida mais eficiente. Quem paga o preço de tudo isso é o organismo, que tem que lidar com menos horas de sono, dias mais longos, má alimentação e sedentarismo. Muitas vezes, o corpo não aguenta o ritmo imposto pela vida moderna, resultando em distúrbios que podem levar ao infarto.

Como acontece um infarto?

O infarto do miocárdio está entre as maiores causas de mortalidade no mundo, na casa de milhões a cada ano. As pessoas cada vez mais agitadas se tornam muito negligentes com a própria saúde, ignorando, inclusive, sinais que o corpo apresenta de que as coisas não estão bem.

O infarto agudo miocárdio ocorre quando as artérias que levam sangue até o coração são obstruídas. Como o sangue com oxigênio e nutrientes não chega ao miocárdio, sua ausência provoca um processo de necrose. O miocárdio é a parede muscular que forma o coração, responsável pelo bombeamento do sangue. O mal funcionamento do miocárdio gera grande risco de morte, além de arritmias cardíacas e outras complicações.

O que pode causar o infarto?

Uma pessoa pode ter cardiopatias, como infarto ou acidente vascular cerebral (AVC), resultantes de problemas congênitos ou hereditários. Contudo, muitos casos podem aparecer de maneira silenciosa e em pacientes que não apresentam antecedente familiar de doença cardíaca.

Logo, mesmo pessoas jovens que apresentem fatores de risco, como obesidade, pressão alta e colesterol elevado, correm risco de sofrer um infarto. Além desses fatores, é necessário levar em conta certas condições que podem concorrer para aumentar esses riscos, como altos níveis de estresse, sedentarismo, o uso regular de drogas, bebidas alcoólicas ou fumo.

Como é possível prevenir o infarto?

Para qualquer pessoa em qualquer idade se recomenda uma alimentação saudável e a prática de atividades físicas regulares. Esses dois hábitos podem contribuir imensamente para o desenvolvimento de uma boa saúde e a prevenção de muitos males. É especialmente importante procurar manter o peso em um nível adequado à sua estatura e idade, além de abandonar hábitos como o tabagismo e a bebida.

De forma objetiva, como medida de prevenção de doenças cardíacas, é importante ficar atento a sinais como: dor no peito, falta de ar, cansaço persistente e não justificado e batimento cardíaco acelerado. Ao perceber esses sinais, procure imediatamente a orientação de um cardiologista.

No portal do Hospital Santa, Cruz você pode encontrar muitas outras informações sobre a área de cardiologia. O blog dispõe de artigos e notícias relevantes para o dia a dia, com dicas de saúde e bem-estar, em um formato moderno e apresentado com grande dinamismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu