A falta de controle do hormônio corticosteróide

A

Instagram
LinkedIn
YouTube
Waze

O aumento de peso com a gordura se depositando no tronco, pescoço e no rosto, região malar (maçãs do rosto), que forma uma face conhecida como “lua cheia” podem ser sintomas do excesso do hormônio corticosteróide, causado por doenças que levam o aumento de sua produção, como a Síndrome de Cushing, ou pelo uso intensivo de remédios à base de corticóides.

A informação é da Dra. Lilian Kanda Morimitsu, médica endocrinologista do Hospital Santa Cruz, ao explicar que os hormônios corticosteróides, produzidos pelas glândulas adrenais, são responsáveis por diversos mecanismos regulatórios que proporcionam um equilíbrio orgânico diante das diversas situações de estresse do dia-a-dia.

Já a falta ou produção insuficiente desse hormônio pode gerar fadiga, fraqueza muscular, perda de peso, náusea e vômito, sintomas típicos da doença de Addison.

A médica esclarece que o tratamento pela falta pode ser por reposição com hormônios sintéticos e o excesso pode ser contido pela retirada do problema ou tratando tumores que geram esse descontrole.

Sobre o Hospital Santa Cruz: Instalado em prédio de seis andares e 160 leitos, além de centro cirúrgico e Unidades de Terapia Intensiva, Pronto Atendimento e Centro de Diagnósticos, o Hospital Santa Cruz atende as principais especialidades médicas e vem se destacando pelos serviços diferenciados, como o bloqueio neuromuscular, câmera hiperbárica, centro de infusão, cirurgias check up, fonoaudiologia, medicina do sono e psicologia, entre outros.

Menu