3º Encontro do Projeto de Telerradiologia do Hospital Santa Cruz apresentou evolução na interação entre os médicos

  • Na última sexta, 01/9, a conferência online reuniu médicos do HSC, Hospital Universitário da USP e Hospital Amazônia, que trocaram informações sobre urgências toracoabdominais
  • Próxima edição acontecerá no dia 6 de outubro

 

No dia 1º de setembro aconteceu o 3º Encontro do Projeto de Telerradiologia do Hospital Santa Cruz (HSC), promovido com o apoio da Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA) e da Fujifilm, que disponibiliza a tecnologia Synapse PACS para conexão em tempo real. Nesta edição da conferência online, que durou cerca de duas horas, os médicos do HSC, Hospital Universitário da USP e Hospital Amazônia, parceiros que vêm participando desde o início do projeto, debateram casos de urgências toracoabdominais, lesões do tórax e do abdômen com ruptura do diafragma.

De acordo com Dr. Julio Yamano, diretor técnico do Hospital Santa Cruz e coordenador do projeto, está havendo uma boa evolução no quesito tecnológico e em relação a participação médica. “Acredito que estamos amadurecendo o processo e ganhando mais qualidade na experiência, pois os casos apresentados, além de muito interessantes, puderam ser analisados realmente a contento. Estamos extremamente animados para o próximo encontro”, comenta.

“Houve casos de abcessos hepáticos e diverticulite entre pacientes de idade mais avançadas, e casos como o de uma paciente de 36 anos, atleta, que passou por vários hospitais até ser diagnosticada com uma bactéria ginecológica, que depois passou para trombose da veia estênica, com quadro de periflebite (inflamação da veia), evoluindo para choque séptico, cujo caso ainda está em andamento. Todos proporcionaram o enriquecimento do nosso conhecimento, ampliando a capacidade diagnóstica de todos os envolvidos”, complementa.

No próximo encontro os três hospitais parceiros receberão o acompanhamento concomitante de equipes de técnicos japoneses da Fujifilm para avaliar o encontro e garantir a qualidade do sistema. Além disso, os médicos ganharão mais autonomia para manusear os exames dos casos apresentados e diferente dos anteriores não haverá temas pré-definidos, deixando a escolha livre de dois casos médicos que serão apresentados por cada instituição.

Por fim, no futuro, com a parceria já firmada entre o Hospital Santa Cruz e a Universidade de Tsukuba, além do bom relacionamento com a Universidade de Osaka, ambas do Japão, o projeto pode ganhar amplitude internacional, proporcionando o acesso à inovação na resolução de casos.

Sobre o Hospital Santa Cruz

Fundado para auxiliar os imigrantes japoneses com o compromisso em oferecer um atendimento médico hospitalar de excelência no Brasil, em 2017, completou 78 anos dedicados em proporcionar uma vida melhor e mais saudável à população. Atualmente é referência em Oftalmologia, Ortopedia, Neurologia e Cardiologia, sendo reconhecido também pela tecnologia de ponta em tratamentos, ações de responsabilidade social e sustentabilidade, atividades de ensino e pesquisa, e atendimento humanizado com profissionais bilíngues.

São mais de 1 milhão de atendimentos ao ano, com atuação integrada e multidisciplinar, tendo 36 especialidades no Ambulatório, além do Pronto Atendimento e dois Centros Cirúrgicos – Geral e o Oftalmológico – capacitados para executar operações de alta complexidade. Dispõe de 141 leitos distribuídos em apartamentos, enfermarias e conta ainda com 10 leitos de UTI Geral, 10 de UTI Neurológica e 10 na Unidade Coronariana, mais uma unidade específica para o transplante de medula óssea, modernas instalações na área de hemodinâmica e serviços diagnósticos de análises clínicas e de imagem para realizar exames com precisão, segurança e agilidade.

Site: www.hospitalsantacruz.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/santacruzhosp
LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/hospital-santa-cruz
Twitter: https://twitter.com/santacruzhosp
Instagram: https://www.instagram.com/santacruzhosp

 

Menu