Cirurgia de Catarata: como funciona?

A

Instagram
LinkedIn
YouTube
Título
Categoria: Sem categoria

Conheça como é realizada a cirurgia de catarata pelo profissional de oftalmologia, o que é preciso levar em consideração e como ocorre o pós-operatório. A catarata é uma doença que atinge o cristalino do olho, tornando opaca uma estrutura que costuma ser transparente e que se localiza na parte interna do olho.

Principais sintomas da catarata e como afeta a vida do paciente: 

Quando o cristalino se torna opaco, ou seja, quando há presença de catarata, a visão se torna borrada (como se houvesse um problema no foco, ou ainda uma névoa recobrindo o olho atrapalhando a visão). Em seus piores estados, a catarata pode levar até mesmo à cegueira, sendo a cirurgia a única forma de reverter o quadro e devolver aos olhos uma visão saudável.

Como é feita a cirurgia de catarata?

Durante a cirurgia, a catarata é fragmentada em pedaços minúsculos com auxílio de um instrumento cirúrgico que é introduzido no olho. Todo o processo é realizado com muita delicadeza e precisão, em um centro cirúrgico.

A ponta desse instrumento emite ondas de ultrassom capazes de realizar a emulsificação e retirada de todos os pequenos fragmentos da catarata. Após a retirada de toda a parte opaca, é implantada a lente intraocular. Na técnica, é feita uma incisão de aproximadamente 2mm, sendo dispensável a realização de pontos na maior parte das vezes. A cirurgia é rápida, ocorrendo em aproximadamente trinta minutos.

A cirurgia de catarata pode ser feita a laser?

A oftalmologia evolui a cada dia, e já existe um laser capaz de otimizar alguns passos da cirurgia de catarata. Contudo, ainda se faz necessário utilizar o emulsificador para retirada da catarata. A tecnologia com laser ainda deve passar por vários estudos e processos de aprimoramento.

É preciso implantar uma lente na cirurgia?

As lentes intraoculares (LIO) são parte integrante do tratamento e cirurgia de catarata, sendo utilizadas com o objetivo de substituir o cristalino humano, que fora atingido pela doença.

Atualmente, as lentes já permitem a correção de problemas que vão além da catarata, tais como hipermetropia, miopia, presbiopia (ou vista cansada) e o astigmatismo para que a necessidade do uso de óculos após a cirurgia seja menor ou ainda que o paciente fique livre do uso de óculos.

É preciso sutura?

Todo o processo cirúrgico é realizado por meio de uma pequena incisão de aproximadamente 2mm, como foi dito. Por sua vez, o instrumento utilizado possui característica auto selante, dispensando a sutura na maior parte das vezes. Existem casos em que o oftalmologista se vê obrigado a dar um ponto na incisão, porém, tratam-se de casos mais raros e, de toda forma, o ponto poderá ser removido em poucos dias.

Como é o pós-operatório da cirurgia de catarata?

O pós-cirúrgico do procedimento costuma ser tranquilo e indolor. Antes de receber a alta, é colocado um tampão acrílico transparente sobre o olho operado, no intuito de protegê-lo, sendo também preciso fazer uso de um colírio antibiótico e anti-inflamatório, orientado pelo médico oftalmologista no decorrer dos dias após a cirurgia.

A visão começa a melhorar imediatamente após a realização do procedimento, retornando à sua normalidade em poucos dias.

Encontre mais informações sobre procedimentos de oftalmologia e tire suas dúvidas

O site do Hospital Santa Cruz está repleto de informações sobre oftalmologia e outras áreas médicas essenciais à saúde e ao bem-estar de seus pacientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu