Hospital Santa Cruz - Logotipo

Acessar


Saúde e Bem-estar

Saiba tudo sobre impotência sexual masculina

02/05/2017

A impotência sexual masculina, ou disfunção erétil, é a incapacidade de ter e/ou manter ereção suficiente para uma relação sexual satisfatória. O problema pode ser causado por fatores emocionais, como ansiedade, estresse, contratempos no relacionamento, depressão, pessimismo e insatisfação, ou por fatores físicos, como doenças cardiocirculatórias, diabetes, hipo ou hipertireoidismo, doenças neurológicas, disfunção induzida por medicamentos, pós-cirurgias e pós- radioterapia.

Cerca de 50% dos homens acima dos 40 anos apresentam disfunção erétil de intensidade leve a severa. Quanto mais idoso o homem, maior a probabilidade de apresentar o problema, mas em qualquer idade o homem pode ter episódios de disfunção erétil. Nos mais jovens, normalmente a disfunção é causada por fatores psicológicos, em especial a ansiedade. Já nos homens mais velhos, há a influência de fatores como a idade e doenças associadas. Em qualquer idade, o problema interfere na qualidade de vida, aumentando a ansiedade, tristeza, nervosismo, piorando o relacionamento conjugal, diminuindo a capacidade de concentração e até a produtividade.

 

A melhor prevenção é a informação

 

Para um homem prevenir a disfunção erétil, a receita é levar uma vida equilibrada do ponto de vista de sua saúde física e mental. Cuidar da saúde física é essencial, pois a ereção depende do pleno funcionamento do sistema cardiocirculatório, endócrino e neurológico. Assim, é preciso ter uma alimentação equilibrada, sem excessos de gorduras, sal ou açúcar, além de praticar atividades físicas regulares e manter o sono em dia.

Isso tudo sem esquecer de exercitar o equilíbrio emocional para que as diversas situações de estresse e demandas do dia a dia não sejam levadas para a cama e atrapalhem esse momento de prazer. Ainda, é fundamental um relacionamento adequado às expectativas, onde os parceiros se entendam, respeitem e desenvolvam uma intimidade de qualidade.

Para tratar a disfunção erétil é preciso procurar um urologista e efetuar minuciosa avaliação clínica, o que em alguns casos inclui a realização de exames laboratoriais. O tratamento consiste em orientações para o controle da ansiedade ou adequação de expectativas, podendo ocorrer também tratamento medicamentoso oral ou injetável. É importante salientar que nos casos mais extremos pode haver necessidade de tratamento cirúrgico, com colocação de próteses penianas.

 

 

Fonte: Dr. Antonio Fonseca Neto, urologista do Hospital Santa Cruz (SP)

Outras notícias

  • Como manter a saúde no Outono
    03/05/2017 Como manter a saúde no Outono
  • Artrite e reumatismo são a mesma coisa?
    09/03/2016 Artrite e reumatismo são a mesma coisa?
  • Cólica renal: aprenda a identificar e saiba quando se preocupar
    16/02/2016 Cólica renal: aprenda a identificar e saiba quando se preocupar
  • Três perguntas para entender como é a vida sexual após um infarto
    03/02/2016 Três perguntas para entender como é a vida sexual após um infarto
  • Doenças transmitidas pelo beijo são alvos no Carnaval
    10/02/2015 Doenças transmitidas pelo beijo são alvos no Carnaval